Locadoras

Directorio AEGFA

Frota das locadoras ultrapassou a marca de 1,5 milhão de unidades em 2023

O setor de locação de veículos fechou 2023 com 1.570.820 automóveis e comerciais leves na frota, crescimento de 9,5% em comparação a 2022.


Frota das locadoras ultrapassou a marca de 15 milhão de unidades em 2023

 

É a primeira vez na história do setor que a frota total ultrapassa a marca de 1,5 milhão de unidades. 

Esses resultados estão entre os destaques do novo Anuário Brasileiro do Setor de Locação de Veículos – edição 2024, lançado pela Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla) nesta terça-feira, dia 12, em São Paulo (SP).
Segundo a entidade, o faturamento bruto do setor de aluguel de veículos cresceu 22% no Brasil, saltando de R$ 36,8 bilhões em 2022 para R$ 44,9 bilhões no ano passado.

A terceirização teve uma participação de 52% na frota das locadoras, índice que se mantém desde antes da pandemia. Enquanto isso, turismo de lazer participou com 32% e turismo de negócios, 16%.

“As empresas, todas focadas nas suas atividades e buscando redução de custo financeiro e operacional, estão cada vez mais destinando as frotas para que as locadoras cuidem. E isso também ajudou a alavancar muito o nosso negócio”, afirmou Marco Aurélio Nazaré, presidente do Conselho Nacional da Abla, durante entrevista coletiva nesta terça-feira.

Outro dado do levantamento mostra que, ao longo de 2023, as locadoras emplacaram 590.870 modelos zero quilômetro, equivalentes a 27,1% de todos os automóveis e comerciais leves comercializados no período.
Houve 75,8 milhões de usuários de aluguel de carros, ante 69,3 milhões em 2022, aumento de 9,4%. 

anuario locadorasEletrificados

As locadoras terminaram 2023 com uma frota de 8.426 automóveis e comerciais leves eletrificados, crescimento de 81,6% na comparação com 2022.

Somente no ano passado, as empresas de locação emplacaram 3.787 unidades eletrificadas (acréscimo de 36,1% em relação a 2022), o equivalente a 19,6% de todos os automóveis e comerciais leves eletrificados emplacados em 2023.  

Segundo o presidente da Abla, os veículos eletrificados, dentro do negócio das locadoras, são destinados principalmente para o uso urbano. “E a maior parte vai para a gestão de frotas, dentro das grandes cidades”, assinalou.

De acordo com Nazaré, a tendência para este ano é de crescimento do híbrido flex (etanol e elétrico), já que os modelos 100% elétricos ainda enfrentam desafios como a falta de infraestruturas de carregamento em algumas regiões do País.

Ranking das marcas

Ainda de acordo com a Abla, no ranking de emplacamentos de automóveis e comerciais leves em 2023, a Fiat ficou com o primeiro lugar, vendendo 26,1% (154.207 carros) do total absorvido pelas locadoras. Em seguida apareceram a Volkswagen, com 17,9% (105.629), e a General Motors, com 17,7% de participação (104.650).

Já em relação à frota total do setor de aluguel de carros, incluindo os seminovos que permaneceram com as empresas e os novos emplacados no ano, a Fiat também terminou 2023 em primeiro lugar, com 426.621 automóveis e comerciais leves (27,2% de participação). Em seguida, vieram Volkswagen, com 308.934 (19,7%), e General Motors, com 233.086 (14,8%).

O Anuário Brasileiro do Setor de Locação de Veículos – edição 2024 pode ser acessado aqui: https://www.virapagina.com.br/abla2024/

 

Artigos relacionados

Directorio AEGFA